jusbrasil.com.br
19 de Setembro de 2019

Porte de arma para advogados será pautado

Presidente da CCJC garantiu votação ainda em 2018

Bruno Oliveira Minasi, Advogado
Publicado por Bruno Oliveira Minasi
há 10 meses

Após reunião ocorrida na última quarta (7) na CCJC, o presidente da comissão se comprometeu a pautar o PL 704/2015 no dia 20 de novembro de 2018.

É de extrema importância que todo interessado na aprovação desse projeto entre em contato com cada deputado membro da CCJC do seu estado, a fim de ajudar na formação do quórum mínimo da Comissão e, principalmente, votar SIM ao projeto.

Abaixo, destaques dos membros atuais da CCJC:

http://www2.câmara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/ccjc/conheca/membros

Sendo o PL aprovado na CCJC, e não havendo recurso de algum deputado contrário ao projeto, ele segue direto à CCJC do Senado sem a necessidade de ir ao plenário. Há reais chances de termos o PL aprovado e sancionado ainda em 2018.

Portanto, o momento é de cobrar os parlamentares de seu estado a isonomia entre advogados e magistrados/procuradores, que já possuem esse direito.

9 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Parabéns pela iniciativa Dr. Bruno Oliveira Minasi, e demais colegas que compareceram na reunião dessa semana. Podem contar com a minha contribuição para que o projeto seja pautado o mais breve possível. Juntos somos uma classe forte.

Abraços. continuar lendo

É interesse para todos nós amigo.

Agora, temos que:

1) Entrar em contato com o deputado do seu estado, conforme lista acima, para pedir que vote favorável ao projeto. O contato deve ser preferencialmente por telefone, no gabinete do mesmo. Não há a necessidade de entrar em contato com deputados da esquerda/desarmamentistas.

2) Compartilhe com todos os advogados a favor do porte de arma a estarem presentes no dia 20/11 na CCJ da câmara dos deputados para mostrar apoio ao PL!

Att. continuar lendo

Dr Bruno, acho que fui "mal interpretado" em minhas colocações. NÃO sou contra não, pelo contrário, mas apenas, citei a ENORME responsabilidade de se portar uma arma e, o senhor como advogado, sabe muito bem disso, na TEORIA e, eu sei na PRÁTICA, devido minha profissão. continuar lendo

Sim amigo, eu concordo com você. continuar lendo

O porte de arma de fogo é uma das opções de defesa.
Sou favorável!
Obviamente, aquele que tiver interesse pelo porte passará por fases administrativas até qualificar-se para o manuseio e defesa com arma de fogo.
Demais disso, no meu ponto de vista como advogado é, efetivamente, questão de segurança e isonomia.
Espero que os parlamentares saibam tratar o assunto com a atenção que merece, aprovando o PL.
Att,
Roberto Dutra continuar lendo

Dr. Bruno, boa noite, pelo que entendi, o projeto de Lei está arquivado. Há pedido de desarquivamento, mas até agora não foi apreciado. Ou seja, está parado!
Gostaria de saber se há alguma novidade. Acho justo o direito postulado, em face da isonomia entre juízes, promotores e advogados, que há muito tempo vem sendo esquecida na prática.

Parabéns pela iniciativa, conte comigo.

Rodrigo Vinicius - advogado. continuar lendo

Boa tarde Rodrigo!

Nos próximos dias estarei fazendo um novo artigo sobre o nosso porte de arma e o que estamos fazendo!

Att. continuar lendo